sábado, agosto 28, 2010

CLAIR DE LUNE - DEBUSSY (MARCUS VIANA - SAGRADO CORAÇÃO DA TERRA)

QUADRO



Procuro-me

Em Desenhos das
Tentativas
tuas ...

 Procuro-me
 sombras e Luzes
Disfarces dos teus

Procuro-me
em tons esfumaçados ...
Em Rascunhos de Conflitos ...


Enquanto
Pelas Mãos
Que materializaram-me no Espaço,
sou assim, indescritível.
Dançando
Livre!
De Formas e Caminhos inusitados!


Nas procuras
Tenho Dançando em tua Tela
Ao percorrer sem ESCOLHA
TEU Traçado.
Ouvindo Minhas Músicas
enquanto giro
...
enfeitiçada cabelo pincel
de teus Cabelos Cortados ...
Fingis me pintar, distraído!


MαгЇS






Auto-Retrato

Noite de Blackmore

Pinte-me sua foto e pendurá-lo na parede
Cor-lo sombriamente, as linhas vão começar a engatinhar
Para baixo ... para baixo ... para baixo
Girar em torno de mim e ao redor ...
Desenha-me embora para a noite do dia, não deixar um rastro de ser encontrado ...
Para baixo ... para baixo ...
Nada é real, mas a maneira que eu sinto e tenho vontade de ir -
Para baixo, baixo, baixo, baixo, baixo, baixo, baixo,
para baixo desce, desce, desce, desce
Pinte-me uma imagem de olhos que nunca vêem
Relâmpagos que queimam apenas para me ...
Hey, hey, hey - não há só o diabo para pagar ...
Eu estou pronto para ir, me puxar para baixo a partir de baixo
Dê-me um lugar que eu posso colocar
Hey Hey - nada é real, mas a maneira que eu sinto e eu sinto que vai
Para baixo, baixo, baixo, baixo, baixo, baixo, baixo,
para baixo desce, desce, desce, desce ...
Nada é real, mas a maneira que eu sinto e tenho vontade de ir -
Nada é real, mas a maneira que eu sinto e tenho vontade de ir
Para baixo, baixo, baixo, baixo, baixo, baixo, baixo,
para baixo desce, desce, desce, desce ...

SELF PORTRAIT