quinta-feira, julho 26, 2012

AMANHECER


HOJE, AMANHECI O DIA... E ERA TÃO CEDO AINDA, QUANDO  O DIA CHEGOU...

Maris Figueiredo




Relaxing Bird Music - Dan Gibson's Solitudes


 



terça-feira, julho 24, 2012

O CICLO DAS NASCENTES

 QUERO PRODUZIR
 MENSALMENTE, PERFUMES

EXALAR ESSÊNCIAS DE FLORES, MADEIRA, RAÍZES, CAULES, CASCAS, FOLHAS...

QUERO
ALGUMAS SEMENTES A DESABROCHAR AO SOLO DO MEU VIOLÃO AO TEU DIAPASÃO,
NAVEGANDO NAS ÁGUAS DOCES DAS NASCENTES...

QUERO AS TROMPAS DE FALÓPIO QUE COMPÕEM MÚSICAS
NÃO SÓ DE DÓS...
QUERO OVULAR RÉS, FÁS, LÁS, SIS
EM MIS VIBRANTES

QUERO NO ÚTERO A CIRANDA DOS SÓIS
NUM BRILHAR GIGANTE
DE VIDA PERFUMADA

MINHA ESSÊNCIA ASSIM, GOTEJANDO
DAS ESTRELAS DE UM CÉU AZUL
FLUTUANTE

E QUE EM 28 DIAS
ENTORNA EM MIM
TODO AMOR QUE GUARDAVA...

MARIS FIGUEIREDO








quinta-feira, julho 05, 2012

CARTAS PARA O SOL DAS MANHÃS DE ENCANTO




TEUS CÉUS SÃO RISCADOS DE RIMAS, NUM PERFUME DE ROSAS...
TRAÇADOS DE UM MAPA NO ASTRAL, DESENHADO EM TUAS MÃOS CORAJOSAS. E QUÃO GRANDE  A EXPLOSÃO QUE TE DESPIU DAS LUZES, MERGULHANDO NO CAOS DA ILUSÃO TERRENA, TE TORNANDO SIMPLES CAMINHANTE...

A NOITE ESCURA TE GUARDA, ACOLHE COM TEU MANTO...TEU BERÇO DE ESTRELAS NO ANOITECER DAS GALÁXIAS, SOPRA SONS DE ACALANTO...

TÃO PROTEGIDO ESTÁS SEM QUE TE PERCEBAS. 

A MAGIA DO AMOR QUE ENSEJAS, SE ESPALHA MISTERIOSAMENTE IMPREGNANDO A ATMOSFERA AFLITA DE ENTENDER O QUE REALMENTE SOMOS.

POR ISSO, DISTRAÍDO, TEU OLHAR DISTANTE,  OUVE AO LONGE, AS VOZES QUE AINDA ECOAM DE UM PARALELO MUNDO QUE ATRAI AS LEMBRANÇAS DE OUTRAS EXISTÊNCIAS.  
 

EU SINTO TUA ALMA FLUTUANDO POR  INSTANTES, UMA NOSTALGIA INVADE OS MEUS, OS TEUS DIAS... POIS AINDA LEMBRAMOS DOS
TRIGOS QUE BALANÇAVAM NOS CAMPOS, DAS HERAS VERDINHAS, DOS SERES SIMPLES QUE HABITAM O MUNDO, SERVINDO À  NATUREZA E PROTEGENDO A VIDA.


OS SÉCULOS PASSARAM VIAJANDO NAS HISTÓRIAS QUE CONSTRUÍMOS  E NAS EMBARCAÇÕES NOS REENCONTRAMOS, NOS DESPEDIMOS... DEIXANDO APENAS AS SENSAÇÕES QUE GUARDAMOS. 
PENSO QUE ESSE MAR DAS MEMÓRIAS MERGULHADAS, NOS AGUARDA O DESPERTAR DE UM SONO...

NO CÉU DE CONSTELAÇÕES E MISTÉRIOS TECEMOS NOSSAS RENDAS EMBARAÇADAS ENTRE FIOS DE BELEZA, HARMONIA... MAS TAMBÉM, DE ENGANOS.

SENTINDO QUE TE AMO, GUARDO APENAS A SENSAÇÃO DE ERAS E PROCURO ME ENGANAR, CHAMANDO DE ANOS. 

AS FLORES CRESCEM, OS RIOS SEGUEM, O MAR INVADE.... TRISTEMENTE A NATUREZA FENECE TÃO DIFERENTE DAQUELES TEMPOS QUE NOS ENCONTRAMOS...

QUE SAUDADE DA ESSÊNCIA DO QUE SOMOS...
DE UM COLORIDO DELICADO RODOPIANDO ENTRE AS RAMAGENS, NAS SAUDOSAS TARDES QUE NOSSAS TESTEMUNHAS ERAM O CÉU, FLORES, PÁSSAROS E ÁRVORES SECULARES....



Maris Figueiredo




SITE - BLACKMORE'S NIGHT NO BRASIL

http://blackmoresnightbrazil.blogspot.com.br